Mãe

Ainda diz pouco. Mas o "mãe" sai-lhe muito bem. O "pai" também, tenho que ser sincera.
Hoje de manhã a brincar chamava o meu nome (mãe) vezes sem fim. Eu podia responder-lhe logo,mas não. Ficava parada a ouvir aquele "mãe", tão perfeito. Tão bom! Há coisa melhor?

1 comentário:

ana disse...

o teu blog esta lindissimo
ana salgado(paris)http://artblogracinha.artblog.fr/