A comida nas escolas

foto de Jamie Oliver

Na semana passada, tive uma sessão na creche do J. com o nutricionista responsável pelas refeições servidas na instituição. A sessão foi no refeitório principal, sentamo-nos nas mesmas cadeiras das crianças. A cozinha estava aberta para quem fosse mais curioso. Estavam presentes, para além do nutricionista (claro) a directora, algumas educadoras e as cozinheiras. A presença dos pais ficou àquem daquela esperada. Tema polémico? Tema sencível? Falta de tempo para falarmos sobre os nossos filhos? Desinteresse sobre o tema? Não sei, mas notou-se a falta de muitos encarregados de educação.

Falou-se sobre nutrição em geral. Do panorama do nosso país face a este tema. Das regras e mudanças aplicadas na creche propriamente dita. Gostei...faltou talvez falar-se mais da nutrição infantil concretamente. Talvez num próximo encontro. Na minha opinião, é de louvar o interesse da directora na organização destas sessões para pais.

Neste fim de semana, e num programa de Jamie Oliver (que gosto muito de ver, gosto do seu estilo simples e boa comida) fiquei pasma, com a boca aberta e incrédula...de ver como se come em algumas, senão em todas as escolas de Londres (zona de Greenwish). Parei. Não acreditei. Não queria acreditar que aquelas crianças não comiam mais nada do que "fast food"... Não conhecem os alimentos, expressavam caras de horror perante a comida do Oliver. As próprias cozinheiras não sabiam como cortar uma simples cebola... Meu Deus...disse mesmo. Jamie Oliver,pelo que percebi abdicou de um periodo das férias para dar apoio numa escola e tentar mudar os hábitos alimentares das crianças. Este programa chama-se School Food Trust.

Podem ler um pouco mais do que ele pensa e sobre este programa que irá abranger várias escolas de Londres.


2 comentários:

Marta Mourão disse...

Também vi o programa do Jamie Oliver, impressionante!

sapatinhos de verniz disse...

Obrigado pelo comentário!
Há de facto muito amor!
Alguma falta de tempo, mas muito amor!