nostalgia






































Não imaginam as lembranças boas que este simples e pequeno bolo me trouxe ontem. Sempre que em pequena ía lanchar fora de casa, os meus bolos de eleição eram três: jesuíta, palmier e bolo de arroz.
E tal como faço na torrada, em que deixo a fatia do meio para o fim, no bolo de arroz deixo a parte de cima para comer por último :))
Este bolo que comi ontem, já nada tem de parecido com o que eu comia na pastelaria Bocage, na Baixa do Porto!
Mas ainda assim, soube-me muito bem.

4 comentários:

Sílvia disse...

também gosto muito e há imenso tempo que não como, boa ideia!

eme de mãe disse...

Durante anos achei este bolo "uma seca". Mais tarde tornaram-se dos meus preferidos. Como-os tal como tu, deixando o melhor para o fim (as torradas idem) e com uma meia de leite polvilhada com canela a acompanhar. Delicioso.

Milk Woman disse...

Tenho saudades de bolos de arroz e queques dignos desse nome. Quando vivi no Porto, havia uns queques embrulhados em papel, com uma massa muito "densa" que eram uma delicia....os palmiers então, nem se fala. Aqui em Lisboa não há nada parecido!

by Deva disse...

É tão bom não é?
Bons tempos*