{pessoal} o mar e nós




O mar faz parte de nós. Vivemos perto do mar e não à beira mar, mas sempre que queremos lá vamos nós respirar um pouco de maresia. A desculpa desta vez foi um concurso de fotografia para a escola do índio mais velho. O tema era o mar, o nosso mar. Como podíamos não participar, não é?
Foi o primeiro domingo depois da mudança da hora para o horário de inverno e estava um final de tarde mágico. Não eramos os únicos a admirar as cores do céu mas o mar era só nosso.
O que vos contar a seguir é segredo. Falhei na data de entrega da fotografia na escola e só depois de a entregar é que reparei. Eu tinha fixado uma data e pensei que essa seria a data da entrega da fotografia, mas não era! Era a data da selecção da fotografia vencedora. Podem imaginar como me senti? Ele não se apercebeu, porque a professora aceitou na mesma a fotografia que fará parte da exposição na escola (penso eu). Mas eu fiquei tão triste, tão furiosa comigo mesma. E pensar que tinha a fotografia pronta a tempo. Chorei nessa noite depois de eles terem adormecido, por não ter estado com mais atenção, por não ter lido bem o papel, por tudo. Por estar cansada e saber que também por vezes falho...mas não quero falhar com eles!
Mas depois acordei e sabem o que mais? O nosso momento a fotografar foi o mais importante, termos vivido aquele momento em família, ele a fotografar todo contente com o meu telefone (quem me segue no instagram deve ter visto aquele registo fantástico de final de tarde). A felicidade deles a verem a força com que as ondas rebentavam. A luz no céu. O passeio que demos a pé. Aquele momento que foi só nosso e ainda hoje eles falam dele. Isso foi o mais importante! Mais importante que qualquer prémio.
A foto que escolhemos para o dito concurso foi a primeira deste conjunto de três.
Avaliem-me lá! Não estão lindas as nossas fotos do nosso mar?

9 comentários:

Raquel Caldevilla disse...

Estão mesmo lindas! E o mais importante foi terem passado esse momento em família, sem dúvida nenhuma :)
um beijinho*

Lia Teixeira disse...

As fotos estão fabulosas e sim, o mais importante foi mesmo o momento único que viveram em família e a felicidade desse momento!
falhar é humano e se não falhássemos, éramos robots e os nossos filhos gostam de nos ver falhar em pequenas coisas, porque isso fá-los ter menos vergonha se falharem eles próprios.
Beijinhos e bom fim de semana,
Lia.

Marisa Luna disse...

As fotos estão mesmo lindas!
Foi uma boa escolha, a primeira. Adorei-a.

E tens razão... o mais importante foi mesmo a partilha do momento de fotografar... e sentir o mar perto de todos e a calma que ele transmite.
Beijocas e bom fim de semana

Claudia ferreira disse...

Oh, ainda a pensar nisso...Always look on the bright side of life!Fica a memória de um dia especial!Bjs

Tânia Costa disse...

Adorei a primeira, sem dúvida, mas também gostei tanto da última... com os seus tons laranja. Está fantástica. Imagino como te sentiste, mas o que dizes é verdade. Importante mesmo foi aquele momento! O momento em que foram felizes :)
Beijinho.

Ju Figueiredo Silva disse...

Eu adoro viver em Lisboa, mas viver ao pé da praia também é algo que me faz sonhar, não fosse esse o meu sítio preferido do mundo!

As fotografias estão um espanto, nem sei qual gosto mais, aposto que iam ganhar o concurso, mas lá está o que importa foi o momento partilhado :) esse ninguém vos tira.

Tens instagram? Qual é o nome? *

Mrs. BlueBerry disse...

Muito giras, também teria escolhido a primeira :) O mais importante foi o momento que vivenciaram, não fiques em baixo, isso podia acontecer a qualquer um.

Boa semana*

Sofia disse...

Já tinha visto estas imagens, entretanto não pude parar para deixar um comentário a dizer-te o quanto gosto delas!!! Voltei hoje pois seria um crime não o dizer bem alto: estão MARAVILHOSAS!!!!!

Sofia Loves disse...

Estão lindas mesmo!
Um grande beijinho

(ah, uma boa mãe tem sempre falhas!!) :)